6 de jul de 2010

Da sessão "cartas emails e afins"

Principito!
Te contei que faria um retiro, né?
Pois é. Adorei o tal do TLC. Inicialmente não me senti muito confortável com a idéia de outra religião, outros princípios e uma outra forma de buscar o entendimento espiritual. Mas não cheguei a cogitar a possibilidade de não ir, primeiro porque sou mesmo curiosa, segundo porque acho bom eu me acostumar a ser aberta a coisas novas, já que há tantas possibilidades de mudanças no porvir.

A idéia de ir sem saber direito o que vai acontecer também instiga, a cada segundo você tem uma surpresa e não tem noção da hora, não sabíamos se almoçávamos às 11h ou às 15h. Foi diferente porque tínhamos que participar de tudo JUNTOS, em nenhum momento havia "um cá e outro acolá".
Já lá no lugar, consegui prever algumas coisas, não porque tinham me contado mas a experiência nos eventos da PIB me trouxe algum dicernimento. Chorei demais nos três dias, me emocionei muito, já havia passado por 80% de tudo aquilo e chorei mais de saudade (não arrependimento) do que de emoção pelo momento mesmo. Nos últimos momentos além do cansaço físico implicar no emocional, não consegui derramar uma lágrima, porque lá também não tinha água disponível a toda hora e meu corpo deve ter retido as lágrimas pra compensar (piadinha...). Eu fechava os olhos e lembrava dos momentos na PIB, ou na IBP (dependendo do calor da emoção), me sentia lá mesmo... A diferença era a idolatria, não fazia o sinal da cruz e nem rezava a tal da Ave Maria. Costume...

Resumidamente, o evento é FODA. Os caras pagam mais caro que a gente pra ir lá trabalhar (limpar banheiro, arrumar cama, fazer comida) e além disso não podem aparecer pra receber pelo menos um 'obrigado' da galera (só no final-final mesmo!). E ficam muito, muito cansados, dormem umas 3 horas por noite e têm de estar disponível pra gente o tempo todo de dia... Acho que eu não teria esse pique.
Fiquei com vontade de viver aquilo de novo, mas só posso voltar ano que vem se for pra trabalhar (ou seja, frequentar a igreja e tudo mais...). Fiquei chateada por ser privada disso.

Lembrei muito de você durante os três dias, em todos os momentos parecidos que eu já vivi você estava presente na maioria deles... Tinha que compartilhar essa experiência contigo.
E você? O trabalho? O salário (rs)? O meu caiu hoje na conta, que tal nos vermos essa semana?
Beijo!
TONHA...

2 comentários:

Anônimo disse...

Também nos lembramos de vc no nosso retiro(PIB), e fez muita falta.

Espero que também esteja sentindo essa falta.

Nunca se esqueça que JESUS TE AMA, e esta de braços aberto para recebê-la, nao importa o momento e nem a situação, basta abrir o coração.

Um grande beijo.
seu amigo (a) da PIB

David Chavez disse...

Respondendo....
e eu?!
pra ser sincero, estou sobrevivendo. Dia-a-dia tenho um leão pra enfrentar (e normalmente esse leão eh minha estagiária qndo não penteia o cabelo)

trabalho?!
Antes de falar de trabalho, preciso comentar um pouco de D-us, rs. Desde que tomei vergonha na cara e resolvi fazer as coisas direito visitei uma igreja beeeem simplesinha (ou sera com z, nem sei rsrs) e la uma mulher profetizou na minha vida (eu sou mt extremista com isso de profecia, eu abomino as pessoas que avacalharam isso) e disse umas coisas q até hoje continuam acontecendo, isso deve fazer uns 3 anos atras. De lá pra cá D-us tem me abençoado mt e tenho crescido bastante no trabalho =D.

Salario?!
D-us proverá!! hahahahahah

a gnt se ver?!
que tal amanha?!?!

bjs To!!!!