29 de abr de 2010


 "Você é muito especial, mas..."

Como já dizia Constantine, "tem sempre um porém". Então, eu sou especial? Sou tão especial que você não me quer? "Eu não te mereço". Ah, você não me merece? Quer saber? O que ninguém merece é esse papo furado! Todo mundo me merece. Você me merece também!!! E eu não sou medalha olímpica, troféu do campeonato de sinuca, nem primeiro lugar do vestibular para alguém me merecer. Não me mereça, me queira! Não nasci para ser aquela roupa especial que você veste apenas em eventos importantes, quero ser aquela roupa gasta, velha, preferida, que você nunca cansa de usar. Não quero ser feriado, quero os seus 365 dias e os 366 quando for ano bissexto. Não quero ser preservada de nada, eu quero ser gasta, usada de bom modo. EU NÃO QUERO SER ESPECIAL!
Especial não é nada, especial não diz nada. Até o Roberto Carlos é especial uma vez por ano. Eu quero não ser especial, não dessa forma, não dessa vez. Então, não vou fazer nada para ser especial! Vou me tornar banal, estúpida, idiota, comum e questionável. Ninguém diga que eu sou mais do que alguém merece, eu vou ser menos. Vou me tornar menos. Assim você vai me querer?
Não me convenço, com essa história de ser especial, se eu fosse especial já teria alguém aqui junto comigo. Mas não tenho. Quem deixaria de querer algo especial? Quem não se acharia merecedor de algo especial? E a vida é mesmo questão de merecimento? Se é essa solidão e essa saudade que eu mereço, então, é fato: EU NÃO PRESTO! Se eu prestasse não ia merecer isso tudo. Acho que é porque eu sou uma farsa. Essa minha pele lisa, sem espinhas, não é minha, eu comprei, tomei remédio, lixei. Esse meu cheiro bom não é meu, é creme, é perfume, desodorante. Essas frases todas que eu cito, não são minhas, eu vi em um filme, eu li em um livro, eu ouvi em uma música. Esses dentes eram tortos, estou alinhando, aparelhei. E esses dentes formam meu sorriso, às vezes, forçado, uma força grande para continuar sendo feliz. É que eu ainda acordo e decido tentar ser alguém melhor.
"O seu problema e que você quer ser muito certinha", ouvi algumas vezes, não da mesma boca, mas com o mesmo tom malvado. Não, não sou santa, quem beatifica alguém são os outros, eu quero apenas ser eu mesmo. Não falseio ver um mundo cor-de-rosa. Nunca deixei de ver as coisas como elas são de verdade. Eu apenas abro os olhos e vejo as coisas desse jeito que eu ajo, de um modo mais bonito e poético, mas é assim que eu vejo, é pecado?
Porém, eu também encontro motivos para, pelo menos uma vez por mês, me perguntar "o que foi que eu 
fiz de errado dessa vez?". Me questiono e me sinto impotente, por achar que realmente ninguém me merece, e não há nada positivo no sentido deste pensamento. É, eu ainda me culpo por tudo. Prefiro pensar que a culpa é minha do que te culpar. Eu me culpo até pelas poucas vezes em que culpo você. Sinto raiva de mim, por sentir raiva de alguém que gosto tanto. Só que eu não agüento mais carregar culpas, camuflar medos e saber que eu vou ter que dar conta.
Mas o melhor é que eu sei que bastam alguns minutos e eu volto a agüentar tudo outra vez. Só que hoje, especialmente hoje, eu não quero ser especial.
Eu só queria ser alguém que você quisesse que
rer. No fundo, eu me esforço em buscar formas, maneiras e modos, para ser alguém melhor e esperar que EU mereça você, e que juntos possamos merecer o amor.


"Se eu era mesmo tão especial assim, por que você me deixou apodrecer nesse lugar?"
(Efeito Borboleta - 2004)

15 de abr de 2010

Ben Harper me disse hoje na volta pra casa que eu tenho diamonds on the inside. E eu acredito!
"Me perdoe essas palavras com cara de choro" 

Eu prometi não chorar, esconder as olheiras, mentir a causa das noites sem dormir, eu prometi rir mesmo sem querer, concordar sem entender, dizer baixinho que não querendo gritar que sim. Prometi. Não prometi pra você, não prometi pra ninguém. Prometi pra mim mesma. Porque é sempre em mim que vem doer.. É sempre em mim que vem olhar de repulsa quando o que mais quero é um ombro pra encostar minha cabeça. É pra mim que vem a risada debochada quando meu olho transborda de saudade. Prometi que não seria mais assim.
Mas quando você vê o que sempre quis sendo ofertado assim, de graça, sem pedir... Dói muito.

12 de abr de 2010


"Quem não ouve a melodia acha maluco quem dança!"

Coloque a música de acordo com o seu ritmo para tocar e a siga... Ninguém precisa saber que caminho você está tomando. Ninguém está ouvindo seus acordes!  Pense mais em você, em cada tom que compõe o SEU arranjo... Ao invés de pensar como ficará o concerto final. Se cada um se preocupar mais em melhorar sua própria sintonia, não serão necessários improvisos na apresentação!

7 de abr de 2010


"Era frio. Não sei dizer se fazia mais frio do lado de fora da minha blusa ou dentro do meu coração. Provavelmente competiam."

Caio Fernando de Abreu