20 de fev de 2012

Eu sonhei com você hoje, e passei o dia com pensamentos cheios de lembranças...
Eu só quero que você saiba que eu sinto sua falta, não só quando sonho com você, mas em vários momentos da minha vida.
Nós crescemos, nor formamos, rimos, choramos, caímos, nos levantamos, sempre de mãos dadas. E, como eu te disse um dia, "uma das partes mais belas da minha vida, é você, e assim o seja para sempre."
Tá, eu sei que tudo muda, tudo se transforma... Mas você eu quero pra sempre do meu lado.
Eu não cresci sem o teu apoio, e você não envelhecerá sem o meu carinho.
Amo você

Meu 'pequeno' diário

É nesse 'pequeno' diário que eu conto minha vida.
Chamo-o pequeno, mas é imenso, tamanha a ternura com que escrevo nessas linhas.
Aí estão listadas todas as minhas alegrias e conquistas.
Já molhei as páginas do meu 'pequeno' diário com minhas lágrimas. Ele já me viu esbravejar, e já conteve a minha raiva... Já me fez rir até doer a barriga... Já fez meu coração parar de doer...
Sei também que, quando as pontas estão muito afiadas, machuco meu diário ao escrever...
Esse diário compartilha comigo muitas músicas, frases, histórias, imagens... É um tanto interativo esse meu 'pequeno' diário!
Confesso que as vezes deixo de escrever todos os dias nele... Mas quando escrevo sei que o faço pela necessidade, pelo amor... Pela reciprocidade.
Não empresto. Não deixo sujar. Cuido, preservo, amo.
Esse diário é meu companheiro pra vida toda!
Esse diário se chama 'amiga', mas pode ser chamado de "Jady" como costumam sempre chamá-la...


Junho/2010
A primeira carta que eu li foi a SUA, a primeira foto que eu vi foi a NOSSA.
Não tem jeito. Eu tô em você, você tá em mim.
Passarão os anos, mas isso não mudará. Meus sentimentos por você, mesmo com todas as transformações, não cessarão, embora sejam vividos de forma diferente em razão da vida corrida.
Não gosto, não queria que fosse desse jeito, é involuntário, não escolhi que fosse assim, mas nós temos de crescer para todos os lados, pro amor, pra família, pra profissão. O que me conforta é o fato de que, embora eu seja obrigada a crescer, existe um núcleo em mim que nunca muda e você faz parte dele. É forte, “corrente de titânio”, não quebra, não desmancha. Só vai embora se eu explodir!

Julho/2011