15 de abr de 2010

"Me perdoe essas palavras com cara de choro" 

Eu prometi não chorar, esconder as olheiras, mentir a causa das noites sem dormir, eu prometi rir mesmo sem querer, concordar sem entender, dizer baixinho que não querendo gritar que sim. Prometi. Não prometi pra você, não prometi pra ninguém. Prometi pra mim mesma. Porque é sempre em mim que vem doer.. É sempre em mim que vem olhar de repulsa quando o que mais quero é um ombro pra encostar minha cabeça. É pra mim que vem a risada debochada quando meu olho transborda de saudade. Prometi que não seria mais assim.
Mas quando você vê o que sempre quis sendo ofertado assim, de graça, sem pedir... Dói muito.

Nenhum comentário: