9 de set de 2012


Seus brincos são enormes
Os meus mal conseguem ver
Você adora falar muito
Eu sempre sou sucinta e me calo logo
Você fumava
Eu acordava às seis horas da manhã para caminhar
Você gostava de clipes
Eu de rádio
Você faz amizade com estranhos
Eu os odeio só por não conhecê-los
Você tem um neném
Eu quero voltar pro útero
Você põe tudo pra fora
Eu guardo tudo aqui dentro
Você faz um strogonoff maravilhoso
Eu sei fazer bolo de chocolate
Você sempre está namorando
Eu sempre fugi desse título
Você se expressa falando
Pra isso, eu escrevo!
Você é sincera
Eu sou generosa
Você era popular na escola
Eu era a nerd que levava lanche de casa
Você se apaixona e depois não gosta
Eu não gosto e depois me apaixono
Você vira amiga
Eu faço grosserias
Nas suas horas vagas você ficava com alguém
Eu cantava no coral da igreja
Seus amigos são homens
Os meus são todos gays
Você é amiga dos seus ex-namorados
Eu abomino o meu!
Você fica linda com qualquer roupa
Eu uso roupa de criança
Você tem duas dezenas de pessoas que pode chamar de amigo
Eu não posso contar nem com metade disso
Você gostava de Katy Pery
Eu era tiete das Rouge
Seu cabelo é liso nas pontas e enrolado na raíz
O meu é o contrário
Você é espontânea
Eu sou metódica
Você é racional
Eu sou passional
Você é diplomata
Eu sou anarquista
Você é autoritária
Eu sou violenta...

Distantes
Estranhas
Incompatíveis
Absurdas
Contraditórias

Se alguém me dissesse que isso existe eu não acreditaria!
Me ajuda a entender como tanta diferença torna tudo mais igual?

Um comentário:

Jady Menezes disse...

O mais engraçado que eu achava que você me conhecia tão bem hehe
E conhece MEESMO!!! mas nem tudo que tá aí é de verdade.... mas sempre fomos o oposto do oposto ...uma da outra.... mas a amizade mais verdadeira que tenho é a sua!!! E não eu não tenho tantos amigos... tenho pouquíssimos aliás... o que nós temos de monte são colegas, apenas.

Amo você Marie Marie... e estou com super saudades suas!!!