5 de abr de 2011

"-Porra! - gritou.
Amaranta, que começava a colocar a roupa no báu, pensou que ela tinha sido picada por um escorpião.
- Onde está? - perguntou alarmada.
- O quê?
- O animal! - esclareceu Amaranta.
Ursula pôs o dedo no coração.
- Aqui - disse."


Gabriel Garcia Márquez, em 'Cem Anos De Solidão'

Nenhum comentário: