11 de mar de 2010

Primeiro,
Tive medo do seu desprezo
Me encantei com seus olhos
Ouvi passos pela casa [E a porta aberta nos traía...]
Me surpreendi com sua ousadia
Me diverti com suas palavras
Me calei diante da sua inteligência
Me envolvi na sua empolgação
Caí de ciúmes
Me irritei com a sua demora
Fiquei acordada
Acreditei nas suas palavras
Desarmei minha consciência
Sorri com sua simplicidade
Considerei seus esforços
Ignorei sua insensibilidade
Aprendi seus horários
Decorei seu cheiro
Lamentei sua ausência
Me apaixonei na única vez em que beijou minha mão
Sofri com seu sumiço
Assisti o seu prazer
Tive medo
Perdi pra te deixar ganhar
Reprovei sua arrogância
Fiquei confusa com sua displicência
Esperei sua volta
Odiei seus imprevistos
Acompanhei suas dúvidas
Não te esperei pra fazer planos
Não planejei o "depois"

...Me decepcionei com a sua falta de consideração...

Nenhum comentário: